x

Cuidados

Cuidados

26/09/2016

Cuidados

Os desafios de problemas de memória são de natureza diária. Para superá-los, é útil aprender dicas e estratégias que podem tornar o dia-a-dia mais leve.

Problemas de memória ocorrem mais freqüentemente em idosos. Assim, os problemas de saúde comuns nesta faixa etária também costumam estar presentes. Contudo, uma pessoa com problemas de memória pode não ser capaz de contar-lhe – ou mesmo de perceber – a deterioração de sua condição física. Assim, mesmo situações corriqueiras podem transformar-se em problemas sérios. Como cuidador de alguém com problemas de memória, é importante para você estar ciente das condições de saúde da pessoa que você cuida.

Rastreando problemas de saúde

cuidados

Manter um diário com rotinas diárias como alimentação e hábitos de sono também é útil quando seu ente querido está hospitalizado. Essas informações podem ser úteis aos médicos e enfermeiros, que não estão familiarizados com as rotinas do seu ente querido.

Problemas de saúde comuns

Algumas condições às quais as pessoas com problemas de memória são particularmente vulneráveis incluem:1

Irritações de pele – particularmente abrasões, eczemas e úlceras. Problemas de memória causam confusão, que podem levar a galos, queimaduras ou quedas. Úlcera de pressão, causadas por ficar muito tempo na mesma posição são particularmente comuns em pessoas que não reagem à dor ou ao desconforto.

Incontinência urinária – ao contrário da crença popular, a incontinência não faz parte do envelhecimento normal. As mulheres têm mais incontinência que os homens. Manter um horário regular para o uso do banheiro e torná-lo mais fácil de ser usado pode ajudar. Por exemplo, os idosos com problemas de memória comumente esquecem-se que são idosos. Se eles enxergarem seus reflexos no espelho do banheiro podem pensar que o banheiro está ocupado. Portanto você pode considerar tirar o espelho ou cobri-lo, se isto for um problema.

Desidratação – a desidratação é um problema comum em idosos, mas é uma preocupação particularmente importante em pessoas com problemas de memória. Essa dificuldade reduz a capacidade do seu ente querido para sentir sede ou necessidade de ingerir líquidos. Assim, seu ente querido pode desidratar-se muito facilmente.

Transtorno do sono -Sono fragmentado ou incapacidade de dormir são problemas comuns em idosos, mas problemas sérios em pessoas com problemas de memória. Algumas dicas que podem ajudar seu ente querido a obter noites de sono melhores incluem:

  • Estabeleça horários regulares de ir para a cama, de modo que ir para a cama seja uma rotina, não uma surpresa.
  • Faça exercícios cedo. O exercício em horários tardios pode superestimular a pessoa e dificultar seu adormecimento.
  • Arrume a cama de madeira confortável, com o uso de muitos travesseiros para melhor acomodar articulações doloridas.

Verifique se a temperatura ambiente está agradável. O seu ente querido pode não ser capaz de dizer a você se o quarto está muito quente ou frio. Finalmente, esteja atento ao seu ente querido, mas não se cobre demais.

Sono fragmentado ou incapacidade de dormir são problemas comuns em idosos, mas problemas sérios em pessoas com problemas de memória. Algumas dicas que podem ajudar seu ente querido a obter noites de sono melhores incluem:

  • Estabeleça horários regulares de ir para a cama, de modo que ir para a cama seja uma rotina, não uma surpresa.
  • Faça exercícios cedo. O exercício em horários tardios pode superestimular a pessoa e dificultar seu adormecimento.
  • Arrume a cama de madeira confortável, com o uso de muitos travesseiros para melhor acomodar articulações doloridas.

Verifique se a temperatura ambiente está agradável. O seu ente querido pode não ser capaz de dizer a você se o quarto está muito quente ou frio. Finalmente, esteja atento ao seu ente querido, mas não se cobre demais.

cuidados2

Use a rotina como aliada

Como cuidador , você conhece os rituais do seu ente querido melhor do que ninguém. Além disto, você está numa posição privilegiada para personalizar e refinar a rotina do seu ente querido de modo a incluir atividades significativas pelo máximo de tempo possível. Essas atividades diárias, que podem parecer insignificantes, respeitam a vida do seu ente querido e proporcionam um senso de propósito.Tenha em mente que somente porque o seu ente querido está mudando, não significa que as outras coisas devam mudar. A posição dos objetos em sua casa e quando e como as atividades rotineiras são realizadas, podem ser mantidos, mesmo à medida que os problemas do seu ente querido progridem.

Outros aspectos da vida diária devem permanecer os mesmos. Eles incluem:

  • Rotinas de higiene pessoal.
  • Rotinas alimentares, como preparação, alimentação e limpeza.
  • Afazeres domésticos, como lavar roupas, varrer e tirar o pó.

Você pode usar cada uma destas atividades para reforçar rotinas e capitalizar os interesses do seu ente querido.

Essas tarefas diárias também têm a vantagem de serem gravadas na memória de procedimentos.

A natureza progressiva dos problemas de memória exige que você reexamine sua rotina de maneira freqüente – especialmente se você observar que o seu ente querido está agitado, inquieto ou deprimido.

Pode ser que seu ente querido esteja acostumado a ler o jornal todas as manhãs, mas não consiga mais ler. Mas ele/ela pode ainda ser capaz de segurar o jornal e virar as páginas.

É importante que o cuidador diminua o nível de expectativas à medida que a doença avança. Como duas pessoas nunca respondem da mesma maneira às mesmas coisas, cabe ao cuidador decidir o que funciona melhor, tanto para ele mesmo, quanto para a pessoa que recebe os cuidados.

Aqui estão algumas dicas para manter uma rotina:

Mantendo uma rotina, você reduz o número de decisões necessárias durante o dia. A rotina pode ser reconfortante para o seu ente querido. Você pode observar que o seu ente querido fica menos agitado e ansioso, o que diminui o estresse do cuidador.

Criando um ambiente seguro

Como cuidador, é importante que você crie um ambiente doméstico seguro e confortável para o seu ente querido. Tomando as precauções adequadas, você pode diminuir o risco de lesões do seu ente querido e talvez até mesmo aumentar o tempo que ele/ela permaneça independente. Para criar um ambiente seguro e confortável, considere estas dicas:

Dicas gerais

  • Coloque números de telefone de emergências – hospitais, centro de controle toxicológico, bombeiros – e seu endereço e telefone em todos os telefones.
  • Compre um kit de primeiros socorros e extintor de incêndio e verifique se a casa possui um detector de fumaça.
  • Mantenha as janelas e as portas de fora trancadas. Se a pessoa de quem você cuida tende a destrancar as portas, considere a instalação de fechaduras mais altas. Ou considere a instalação de um alarme nas portas. Esses alarmes tocam quando uma porta é aberta; se isto não funcionar, tente camuflar as portas com tinta ou papel de parede ou usar sinais de “Pare“ ou “Não entre”.
  • Guarde todos os medicamentos, álcool, isqueiros, produtos de limpeza, eletrodomésticos perigosos e substâncias tóxicas.
  • Não tenha armas em casa.
  • Não tenha plantas venenosas em casa.
  • Tampe as tomadas.
  • Use cantoneiras nas peças de mobília com pontas.
  • Mantenha o lixo fora do alcance da visão.
  • Mantenha a mobília no mesmo lugar.
  • Use sinais ou fotografias para indicar o que precisa ser indicado.
  • Opte por aparelhos que tenham a função de desligamento automático.
  • Se a pessoa com problemas de memória não pode mais dirigir, controle o acesso às chaves e mantenha o carro fora do alcance da visão.

Para minimizar quedas

  • Evite usar extensões ou fixe-as na parede.
  • Providencie luz adequada, especialmente nas escadas e corredores. Se possível. instale interruptores perto da porta de cada cômodo e nos dois lados da escada e corredores.
  • Providencie corrimãos nas escadas e coloque fitas antiderrapantes nas escadas que tendem a ser escorregadias.
  • Retire objetos do chão, escadas e corredores.
  • Evite tapetes.

Do lado de fora

  • Mantenha seu quintal livre de obstáculos que possam causar quedas.
  • Tenha uma chave da casa para o caso da pessoa com problemas de memória trancar você para o lado de fora.
  • Desestimule vendedores. As pessoas com problemas de memórias podem ser presas fáceis para pessoas mal-intencionadas.
  • Considere cercar o seu quintal de modo a permitir a perambulação segura.

Cozinha

  • Tire o lixo.
  • Deixe fora de alcance tesouras, facas e produtos de limpeza.
  • Use fechaduras em armários que contenham substâncias que possam ser prejudiciais à saúde se ingeridas inadequadamente, como sabão e pimenta.
  • Armazene comida em locais acessíveis e rotule as louças.
  • Mantenha os balcões livres. Guarde os itens que não estejam sendo usados.
  • Restrinja o uso do fogão, se necessário. Desconecte-o, desligue-o ou tire os botões para impedir que a pessoa com problemas de memória use-o sem supervisão.

Quarto

  • Providencie uma luz suave para iluminação noturna.
  • Mantenha o caminho até o banheiro livre.
  • Use um sistema de monitoramento, de modo que você possa responder rapidamente aos chamados durante a noite.
  • Se a pessoa sob seus cuidados tende a cair da cama, considere colocar o colchão no chão. Isto pode ser uma opção melhor do que instalar grades, uma vez que as pessoas podem cair tentando pular as grades.

Banheiro

  • Providencie uma luz suave para iluminação noturna.
  • Coloque piso antiderrapante no box ou banheira.
  • Instale barras de apoio nas paredes.
  • Guarde os aparelhos que representam risco, como secadores e barbeadores elétricos, fora do banheiro.
  • Remova substâncias potencialmente tóxicas (medicamentos, spray para cabelo) e objetos cortantes (lâminas, alfinetes) do armário.
  • Compre um banquinho para o box.
  • Faça com que a privada se destaque, colocando em tono dela um tapete antiderrapante bem ajustado e de cor contrastante ou pinte o assento de preto.

 


Referência
1. American Journal of Hospice & Palliative Medicine® / Vol. 24, No. 1, February/March 2007