x

Sobre dirigir

Sobre dirigir

26/09/2016

Sobre dirigir

Decidir quanto a parar de dirigir pode ser muito difícil. Para muitas pessoas, dirigir não é apenas uma maneira conveniente de ir de um lugar para outro. Também significa independência e controle. Ao mesmo tempo, no entanto, a direção sem segurança coloca em risco não apenas a própria pessoa, mas também os outros. Isto explica porque a decisão é tão importante.

laranja

O convívio com problemas de memória não significa necessariamente perda da habilidade de dirigir

Uma pessoa nos estágios leves desse tipo de problema pode dirigir com segurança e as medicações que retardam a progressão dos sintomas podem favorecer para que as capacidades necessárias para a direção segura permaneçam por mais tempo.

No entanto, problemas de memória podem interferir em várias habilidades necessárias para a direção segura, incluindo a capacidade de reagir rapidamente, avaliar distâncias e antecipar situações.

Estudos mostram que pessoas com problemas de memória sofrem mais acidentes automobilísticos que outras pessoas da mesma idade.

O médico pode ajudar a decidir quando a hora de parar de dirigir chegou. Ele/ela pode fazer uma prescrição de “não dirigir”, que pode ser útil quando a direção se tornou perigosa, mas a pessoa com problemas de memória pode ser relutante em parar de dirigir.

Para ajudar a solucionar esse problema, o médico pode indicar onde você pode obter uma avaliação independente quanto à capacidade de dirigir. Tais avaliações freqüentemente podem ser feitas no departamento de trânsito.

Verifique nos departamentos de trânsito do seu Estado as normas pertinentes a dirigir, envelhecimento
e problemas de memória.

Se a pessoa com problemas de memória continua a querer dirigir

Mesmo após a decisão de que não é uma boa idéia, ou mesmo após sua habilitação ter sido cassada, existem algumas estratégias que você pode tentar:

    • Mude a chave de ignição para impedir que a pessoa com problemas de memória consiga dar a partida no carro.
    • Deixe a cópia extra das chaves com amigos ou vizinhos.
    • Considere trocar o carro com o qual a pessoa com problemas de memória está acostumada. Um carro diferente pode não despertar a vontade de dirigir tanto quanto um carro já bem conhecido.
    • Estacione o carro do outro lado da rua, onde ele não possa ser visto. Ver o carro pode despertar o desejo de dirigir.
    • Mantenha as chaves do carro com você, ao invés de deixá-las onde possam setr achadas facilmente.
    • Pergunte a um mecânico como travar temporariamente o carro.